Últimas Notícias

Notícias do Rádio

Telefonia

Nº de visualização do site

Pessoas Online

Brasil e o Mundo

Cristalina

Curiosidades

Ciência e Tecnologia

Rádiocol - www.radios.redecol.com.br

Ouça as melhores rádios do Brasil ao vivo.

Redecol Brasil, sempre ao seu lado!

Seu site de notícias está de cara nova, trazendo sempre as melhores informações.

<

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

SBT, Record e RedeTV! não tiveram apoio esperado para retornarem á NET e SKY

Simba, SBT, Record e RedeTV! não tiveram apoio esperado...
Quando o SBT, Record e RedeTV! Por meio da Simba – joint venture composta por essas emissoras saíram da tv por assinatura no dia 29 de março, imaginaram que haveria grande mobilização dos assinantes junto ás operadoras pela volta dos canais, obrigando as empresas de tv fechada a pagar á Simba a bagatela de R$ 3,5 bilhões anuais.

Sem o apoio da esmagadora maioria dos assinantes e com queda substancial na audiência da na tv fechada, as três emissoras precisam lidar ainda com reclamações de anunciantes, insatisfeitos pela perda de um público com maior poder aquisitivo.

Nessa arapuca armada pelo SBT, Record e RedeTV! Eles mesmos são as principais vítimas, na busca de lucrar financeiramente, vislumbravam obter alguns bilhões com uma programação pobre e que é exibida gratuitamente na tv aberta e agora, viram que não foi boa ideia radicalizar e retirar o sinal das emissoras da tv paga, perdendo importante fatia de audiência principalmente da NET e SKY e prejudicando os assinantes que tinham esses canais em seus pacotes.

Não existem santos nesse jogo, operadoras de tv por assinatura e a Simba não pensaram em seus clientes, primeiro, o SBT, Record e RedeTV! Ficaram indisponíveis na tv paga e as operadoras não repuseram com outros canais similares (se é que existem), e as três emissoras poderiam ter continuado a disponibilizar o sinal na tv por assinatura até concluírem as negociações junto ás operadoras. Enfim, estamos no Brasil. Vamos aguardar o que acontece até dezembro.




terça-feira, 15 de agosto de 2017

Cientistas Brasileiros identificam substância que pode neutralizar a produção do vírus Zika

Em mais de 99% dos testes a produção do vírus diminuiu com a 6MMPr, usando diferentes dosagens e tempos de reação - Sumaia Villela/Agência Brasil
Cientistas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em Pernambuco descobriram uma substância que pode bloquear a produção do vírus Zika em células epiteliais e neurais. O estudo a respeito da 6-metilmercaptopurina ribosídica (6MMPr) foi publicado na última sexta-feira (11) na revista International Jornal of Antimicrobial Agents, mas a instituição divulgou hoje (15) a descoberta.

A substância atua contra o tipo de zika que circula no Brasil. Os testes foram realizados in vitro pelo Departamento de Virologia e Terapia Experimental da Fiocruz Pernambuco.  Em mais de 99% dos testes a produção do vírus diminuiu com a 6MMPr, usando diferentes dosagens e tempos de reação.

O estudo também identificou que a 6MMPr é menos tóxica para as células neurais, uma boa notícia para futuros tratamentos de infecções no sistema nervoso. “Diante das manifestações neurológicas associadas ao vírus Zika e os defeitos congênitos provocados pelo mesmo, o desenvolvimento de antivirais seguros e efetivos são de extrema urgência e importância”, afirma o coordenador da pesquisa, Lindomar Pena, conforme texto enviado pela Fiocruz. 
A investigação da substância começou há um ano, financiada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e pela Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe). O próximo passo da pesquisa é uma avaliação in vivo, ou seja, feita em um organismo vivo.


Fonte: Agência Brasil para o site Redecol Brasil

sábado, 5 de agosto de 2017

Em Cristalina GO a Guarda Municipal agora se chama Polícia Municipal

Guarda Civil Municipal agora se chama Polícia Municipal de Cristalina
Viaturas da Polícia Municipal de Cristalina. Foto: Divulgação
Em Cristalina a mudança de nomenclatura da Guarda Civil Municipal para Polícia Municipal virou polêmica, resultando inclusive em processo judicial. A Secretaria Municipal de Segurança Pública alega que a mudança de nome foi aprovada pela Câmara de Vereadores e que irá até as últimas instâncias da justiça para que o nome "Polícia Municipal" seja mantido.

É importante destacar que a Lei 13022/14 - Estatuto Geral das Guardas Municipais, não prevê em seu texto o uso da nomenclatura "Polícia Municipal", no entanto, existe um Projeto de Lei (PL Nº 5488/16) que visa alterar o artigo 22 do Estatuto para que os guardas municipais possam também ser chamados de "Policias Municipais". O projeto foi aprovado pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados e ainda passará pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e posteriormente irá à votação no Plenário.

O autor do projeto, deputado Delegado Waldir (PR-GO), argumenta que esses profissionais já exercem funções de polícia (uso da força, patrulhamento, proteção à vida) e a nova denominação não afetará seu estatuto jurídico, competências e atribuições.

Relator da matéria na comissão, o deputado Paulo Freire (PR-SP) também concordou que existe vínculo entre o trabalho dos órgãos policiais e dos guardas municipais, o que justifica a aprovação da medida. Ele acrescentou que “a reivindicação está em consonância com as necessidades mais urgentes de aumento de efetivos no controle do quadro nefasto de segurança pública”.

O deputado Alberto Fraga (DEM-DF), por sua vez, apresentou voto em separado. Segundo ele, se o projeto virar lei, “teremos uma grande confusão entre as competências das duas instituições”.



O Projeto de Lei 5488/16, que permitirá aos guardas municipais serem chamados de policiais municipais ainda não virou lei, uma vez que a proposta se encontra em tramitação e antes de ser votada em plenário, será analisada na CCJ. Como o Estatuto Geral das Guardas Municipais deixou uma lacuna ao não tratar sobre a nomenclatura a ser utilizada pelos agentes municipais, deixou muitas dúvidas sobre a legalidade do uso do termo “Polícia Municipal”. Por outro lado, como é sabido, o cidadão pode fazer tudo que não seja proibido em lei, diferentemente do poder público, que só pode agir estritamente conforme a lei. Nesse caso específico da mudança de nomenclatura da Guarda Municipal para Polícia Municipal em Cristalina, é possível que a justiça revogue a alteração, já que não existe previsão legal para a utilização do termo.

Viaturas da Polícia Municipal de Cristalina Goiás, antiga Guarda Municipal...


É certo que a população de Cristalina assolada pela criminalidade e violência que nos últimos anos virou rotina na capital dos cristais (saiba mais aqui), o que menos importa é o termo Guarda ou Polícia Municipal, o que o cidadão de bem deseja das autoridades é que exista policiamento ostensivo na cidade, rondas, revistas e combate ao tráfico de entorpecentes, enfim, querem viver em paz, coisa que a muito não se tem em nossa cidade.

Para mudar esse triste cenário faz-se mister políticas e ações conjuntas entre os governos e forças policiais (federal, estadual e municipal) em torno de uma mesma causa visando o efetivo combate à violência.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Saiba como está a migração das rádios AM para FM em Anápolis GO

Rádios AMs de Anápolis migram para FM
O processo de migração das emissoras AM para FM em Goiás segue a todo vapor, agora são as rádios AMs de Anápolis que estão iniciando suas transmissões em frequência modulada. A primeira migrante da cidade foi a rádio São Francisco AM 670 KHz, que desde o dia 03 de julho passou a operar em FM na frequência 97.7 MHz.

O sinal da São Francisco FM 97.7 está chegando com boa qualidade em Goiânia e parte do Distrito Federal. Nas redes sociais, os ouvintes aprovaram a mudança para FM, já que a partir de agora a rádio pode ser ouvida também por meio dos celulares e sem interferências, possibilitando que a emissora chegue com mais qualidade de som e portabilidade entre diversos aparelhos receptores. Os ouvintes se manifestaram também para que a emissora mantenha a mesma grade de programação que tinha em AM.

Até o início de agosto outras duas emissoras de Anápolis devem migrar para AM, são elas: Rádio Imprensa AM 1030 KHz que irá operar em FM na frequência de 104.9 MHz e a Rádio Voz do Coração Imaculado AM 770 KHz, que migrará para FM na frequência de 107.7 MHz.

Ao vivo na internet


domingo, 16 de julho de 2017

Agora a Rádio JK FM também pode ser ouvida pela operadora de TV por assinatura NET

Ouça a CBN, Transamérica, Mix e JK FM na operadora de TV NET...
Canais de rádios brasilienses na operadora NET.
A rádio JK FM 102.7 de Brasília está com seu áudio disponível também na operadora de tv por assinatura NET. A emissora que possui uma programação eclética, focada no gênero sertanejo universitário está entre as mais ouvidas da capital federal e recentemente passou por uma mudança em sua plástica e melhorou seu sistema irradiante.

Para ouvir a JK FM acesse os canais de música na NET (Canal 300), escolha a opção “Rádios” e clique na JK FM. Além da JK FM, também estão presentes na operadora NET as seguintes emissoras brasilienses: Rádio CBN 95.3, Rádio Transamérica FM 100.1 e Rádio Mix FM 88.3. Ouça essas emissoras ao vivo também pelo computador ou dispositivos móveis:
  • Rádio Mix FM 88.3 (Ouvir)
  • Rádio CBN FM 95.3 (Ouvir)
  • Rádio Transamérica FM 100.1 (Ouvir)
  • Rádio JK FM 102.7 (Ouvir)