Últimas Notícias

Notícias do Rádio

Telefonia

Nº de visualização do site

Pessoas Online

terça-feira, 13 de abril de 2010

UTI em Cristalina

|

Hoje irei falar sobre a importância da implantação de uma Unidade de Terapia Intensiva - UTI em Cristalina. A cidade que se mostra como uma das mais promissoras do Estado de Goiás, atraindo vultosos investimentos privados e chamando a atenção do governo estadual pelo seu potencial econômico, hoje, até faculdades privadas estão desembarcando na cidade, tem como principal paradoxo nesse cenário o fato do município não contar com nenhuma UTI na rede privada ou pública de saúde, fato preocupante numa localidade com mais de 40 mil habitantes e expectativa de grande progresso e desenvolvimento mediante o processo de industrialização que está em curso no município, fato pelo qual, muitas pessoas virão a Cristalina em busca de melhores condições de vida e os casos de emergências e urgências médicas aumentarão exponencialmente e infelizmente a realidade é que o sistema de saúde local não está preparado para absorver essa demanda.

Os principais recursos humanos, materiais e aparelhos necessários para dar suporte ininterrupto às funções vitais do paciente estão presente em uma UTI 24 horas por dia, além disso, deve existir na unidade hospitalar, sala de exames complementares, laboratoriais e radiológicos para dá suporte à equipe médica. Dessa forma, os casos de maior complexidade que geralmente são transferidos para Brasília ou Goiânia poderiam ser solucionados em Cristalina imediatamente, aumentando as chances do paciente, já que não precisaria ficar duas ou três horas dentro de uma ambulância se dirigindo a outro hospital.
Segundo estudos técnicos, uma UTI deve ter pelo menos cinco leitos, em hospitais com capacidade maior ou igual a cem leitos, o ideal é a instalação de 8 a 12 leitos de UTI em um hospital pequeno como o Chauld Salles, instalar menos de 5 leitos de UTI pode não render os resultados esperados em termos de atendimento a população além de ser bastante oneroso para os cofres públicos.
Quando se fala em valores pode parecer que a implantação e manutenção de uma UTI custa muito dinheiro, mas se levarmos em consideração os recursos gastos na compra e manutenção de ambulâncias o custo beneficio de uma UTI é muito mais vantajoso. Se a prefeitura e os nossos vereadores correrem atrás de recursos na Secretaria Estadual de Saúde de Goiás e no Ministério da Saúde em Brasília, de posse de uma projeto bem elaborado, certamente conseguem colocar nos planos estratégicos na área de saúde recursos para a implantação de uma UTI na nossa cidade. Este é um ano eleitoral, onde será feito a escolha do presidente da república, do governador, dos deputados estaduais e federais e senadores da república, por isso, é importante que antes de votar em candidatos pára-quedistas que só visitam nossa cidade de quatro em quatro anos, o eleitor analise cada proposta com seriedade, veja se o candidato A ou B está realmente compromissado com Cristalina e principalmente com a saúde da população. Vamos fazer desta uma das nossas principais reivindicações, não adianta termos dinheiro, emprego, fama, beleza .... etc sem saúde não somos absolutamente nada.



Comente com sua conta do Facebook


Postar um comentário

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.