Últimas Notícias

Notícias do Rádio

Telefonia

Nº de visualização do site

Pessoas Online

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Saiba como foi as eleições nas cidades do Entorno de Brasília

|

As eleições em algumas cidades do Entorno do Distrito Federal, neste domingo (3/10), foram marcadas por confusão, tanto na rua, quanto nas seções eleitorais. A maioria das ocorrências registradas em todas elas, no entanto, foi de boca de urna.  O acúmulo de lixo nas ruas também foi uma característica marcante do dia de hoje. Houve até quem procurasse um candidato para votar no meio dos inúmeros santinhos descartados no chão, principalmente em frente às zonas eleitorais. 

Luziânia
O cartório do TRE na cidade recebeu mais 70 denúncias indicando boca de urna. Das 203 sessões eleitorais, cerca de 12 registraram reclamações, a maioria feita por anônimos. No entanto, apenas quatro foram confirmadas. Segundo o delegado Fabrício Costa, 1ª Delegacia Distrital de Polícia de Luziânia, três foram presos acusados de boca de urna e um por tumulto.

Novo Gama e Valparaíso de Goiás
As eleições nos  dois municípios ocorreram em completa tranquilidade durante a manhã. À tarde, porém, o clima esquentou. O secretário municipal de Educação do Novo Gama, Waldson Rodrigues e o secretário de Indústria, Comércio e Turismo do mesmo município, José Pacífico trocaram tapas dentro do Colégio Estadual do Novo Gama (o maior da cidade). O motivo da briga teria sido irregularidades nas eleições.
Novo Gama, com 124 sessões, 122 urnas e 43.433 eleitores registrou problemas em apenas um equipamento que foi substituído por outra urna, também eletrônica. Na cidade, cinco pessoas foram detidas por estarem praticando da boca de urna.
Na Escola Municipal de Valparaíso 2, a reportagem do Correio flagrou duas mulheres fazendo boca de urna na entrada do local de votação. Apesar disso, não houve registro de denúncias de boca de urna no Cartório Eleitoral da Região. Valparaíso, que conta com 167 sessões e 164 urnas, tem 56693 eleitores aptos segundo o cartório eleitoral da cidade.

Águas Lindas
A população da cidade não encontrou dificuldades durante a tarde de votações. Com 168 urnas espalhas pela cidade, os eleitores encontraram filas relativamente curtas, sem aglomerações e poucos casos de crimes eleitorais foram registrados. Durante o dia, o Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) efetuou quinze prisões por boca de urna. Segundo Felipe Socha, delegado responsável, os presos foram soltos 1h antes do encerramento das votações para que pudessem votar.

Planaltina de Goiás
Na cidade 51.917 pessoas estavam aptas a votar em 147 sessões, de acordo a Justiça Eleitoral. Segundo o chefe do cartório eleitoral da cidade, Marco Aurélio Rosa de Deus, as eleições no município foram além das 17h, já que muita gente deixou para dar o voto mais tarde. Ele adiantou que não houve notificação de nenhum eleitor que tenha chegado depois do horário, mas que, caso tenha acontecido, eles não poderiam votar. Cerca de 70 pessoas trabalharam, junto ao cartório, na manutenção e recebimento das urnas eleitorais. Apenas uma ocorrência foi registrada. Ainda durante a manhã, um jovem de 18 anos, foi detido acusado de fazer boca de urna para o candidato Eurico Júnior, mas liberado em seguida.

Cristalina
Os eleitores de Cristalina chegaram cedo às 78 sessões da cidade, onde votam 28.242 pessoas. As eleições ocorreram de forma bem tranquila, único problema enfrentado pelo TRE na cidade foi a necessidade de troca de uma urna eletrônica.


Categorias: Política


Comente com sua conta do Facebook


Postar um comentário

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.