Morre Sílvio Linhares, radialista e ex-deputado distrital

Brasília amanheceu mais triste nesta segunda-feira, o radialista Sílvio Linhares não resistiu a um câncer no pâncreas e complicações de uma amputação de uma das pernas e veio a falecer às 13h30 do dia 21 de março (domingo) no Hospital Santa Helena. O radialista, que também já foi deputado distrital (1998-2002) tinha diabetes e problemas cardíacos, no dia 17 de janeiro descobriu que tinha câncer no pâncreas, após o diagnóstico ele ficou 22 dias internado, depois que recebeu alta passou mal em sua casa e voltou ao hospital no dia 14 de março, quando foi constatado que uma das suas pernas tinha que ser amputada por causa de uma trombose.
Depois da amputação, o estado de saúde de Sílvio Linhares que tinha 61 anos se agravou, e no domingo (21/03) ele faleceu. Com mais de 40 anos de profissão, o radialista comandava o Programa “Na Polícia e Nas Ruas” transmitido pela Rádio Atividade FM 107.1 Mhz. Nesta segunda-feira, seu filho, Fred Linhares que também apresenta o programa, fez uma emocionante homenagem ao seu pai, mesmo com profunda tristeza, ele ficou das 06h às 8h da manhã no comando do programa.
Centenas de pessoas enviaram mensagens de pêsames e depoimentos sobre a trajetória de Sílvio Linhares no rádio, até Wigberto Tartuce, o Vigão, proprietário da Rádio Atividade, entrou ao vivo e conversou com Fred Linhares e ressaltou que o jovem rapaz tem o apoio da direção da rádio e também da equipe para continuar o Programa “Na Polícia e Nas Ruas”, como era a vontade do Sílvio.
O velório está sendo realizado na capela 6 do Cemitério Campo da Esperança, os amigos e ouvintes do radialista podem fazer a última homenagem a ele até as 8h desta terça-feira. Em seguida, o corpo de Linhares será cremado em Valparaiso de Goiás. Muito emocionado, Fred Linhares, afirmou que vai continuar o trabalho do seu pai.


Comente com sua conta do Facebook