Últimas Notícias

Notícias do Rádio

Telefonia

Nº de visualização do site

Pessoas Online

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Governador Agnelo Queiroz pede à construtora que acelere as obras do Estádio Nacional de Brasília

|

O Governo do Distrito Federal exigiu e recebeu a garantia do Consórcio Brasília 2014, responsável pelas obras do Estádio Nacional de Brasília, de que o cronograma e o orçamento serão mantidos após o atraso na derrubada da arquibancada, que se dará a partir de 27 de maio. O estádio será entregue em dezembro de 2012, a tempo da Copa das Confederações (2013), e o GDF já está em negociação com empresas interessadas em explorar o futuro estádio, que também será uma arena multiuso. 

“Estamos preparando a cidade para os próximos 50 anos e não para os próximos quatro anos. A nossa preocupação é com o pós-Copa. Nosso projeto é desenvolver economicamente a capital a longo prazo. Não são investimentos exclusivos para o mundial de futebol”, disse o governador do DF, Agnelo Queiroz, que retorna nesta sexta-feira (20/05) a Brasília.

O GDF, inclusive, já recebeu três cartas consultas de empresas que desejam explorar o Estádio Nacional de Brasília. “Vamos transformar o DF em referência de grandes shows e eventos culturais e esportivos, na América Latina. Estamos trabalhando para captar empresas com potencial para explorar o estádio e várias já se interessaram. Isso é apenas uma das iniciativas que serão tomadas concomitantes a preparação da Copa”, explicou Agnelo Queiroz.

O governador Agnelo lembrou a visita que fez ao O2 Arena, em Londres, nesta quinta-feira (18/05). O espaço realiza, anualmente, 200 eventos, entre culturais e esportivos. “Um quarto disso já manteria Brasília cheia, movimentada economicamente, por exemplo. O que vimos na Europa mostra que estamos no caminho certo”, finalizou Agnelo Queiroz. 

Após nove dias em viagem oficial pela Europa para assuntos relacionados aos preparativos de Brasília para a Copa do Mundo de 2014, transporte público e gestão de resíduos sólidos, o governador do DF, Agnelo Queiroz, e comitiva retornam à Brasília com a certeza de que o investimento no desenvolvimento econômico, que ficará para a cidade após a Copa do Mundo de 2014, será o maior legado.

“A Copa do Mundo serve para instalar os alicerces e as bases para o crescimento econômico. O investimento que faremos em Brasília vai valer à pena, por isso estamos trabalhando a partir de agora”, acrescentou Agnelo Queiroz.

Categorias: Política


Comente com sua conta do Facebook


Postar um comentário

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.