Últimas Notícias

Notícias do Rádio

Telefonia

Nº de visualização do site

Pessoas Online

sábado, 4 de julho de 2009

Privatização da BR 040 Entre Brasília e Juiz de Fora

|


Em novembro do ano passado o Governo Federal anunciou que abriria já em 2009 um leilão de privatização da BR 040 - DF/GO/MG, que acontecerá entre Junho e Julho, a empresa ganhadora terá concessão para explorar a rodovia por 25 anos, esse leilão faz parte da 3ª Etapa de Concessões Rodoviárias, que está previsto no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

São três trechos na BR-040, O primeiro inicia no Distrito Federal, no entroncamento com a rodovia BR 251 que vai para Unaí - MG, passando por quatro municípios do Entorno de Brasília: Valparaiso, Cidade Ocidental, Luziânia e Cristalina, até a BR-135 em Minas Gerais, o segundo trecho inicia no entroncamento da BR-135 até Belo Horizonte e o terceiro trecho de Belo Horizonte até Juiz de Fora (MG), totalizando 937 km de extensão. Esse leilão será realizado em uma sessão pública na BOVESPA, o critério de julgamento será: menor valor da Tarifa Básica de Pedágio. Valor máximo a ser cobrado na BR 040: R$ 2,68.

Características da pista:
  • 603,6 km de pista simples;
  • 125,7 km de pista dupla com canteiro central;
  • 207,5 km com 4 faixas, sem canteiro central;
  • Pavimento: 53% está com grau de deterioração igual ou abaixo do regular;
  • Sinalização: em condições precárias.

Praças de Pedágio:
  • 12 praças, eqüidistantes a 78 km.
  • Tarifa Básica de Pedágio: R$ 2,68 para a categoria 1 de veículos (rodagem simples e dois eixos), equivalente a R$ 3,43 por 100 Km.

Veja abaixo as doze
praças de pedágio que serão instaladas em cada cidade:

  • Praça 1: Luziânia no KM 17 GO;
  • Praça 2: Cristalina no KM 95 GO;
  • Praça 3: Paracatu no KM 16 MG;
  • Praça 4: Lagoa Grande no KM 94 MG;
  • Praça 5: João Pinheiro no KM 172 MG;
  • Praça 6: Canoeiras no KM 250 MG;
  • Praça 7: Felixlândia no KM 328 MG;
  • Praça 8: Curvelo no KM 406 MG;
  • Praça 9: Sete Lagoas no KM 484 MG;
  • Praça 10: Nova Lima no KM 562 MG;
  • Praça 11: Carandaí no KM 640 MG;
  • Praça 12: Juiz de Fora no KM 718 MG.
Veja no mapa abaixo onde ficará essas doze praças descritas acima:


O governo federal ainda não anunciou o modelo de privatização, estima-se que o custo total da obra ultrapasse R$ 1 bilhão. A empresa que ganhar o direito de explorar a BR 040 terá que cumpri diversas obrigações, principalmente no que diz respeito a melhoria da infra-estrutura da rodovia, suporte e segurança dos transeuntes. Deverão ser disponibilizados os seguintes Serviços aos usuários:

Obras de caráter obrigatório
O contrato prevê a obrigação de investimentos na melhoria da rodovia, tais como: construção de viadutos, terceira faixas onde há pista simples e duplicação da rodovia onde o tráfego diária chegue nos valores definidos pelo governo com base em estudos técnicos.
3º faixas: construção de 3º faixas adicionais em rampas em trechos de pista simples da BR 040 até no máximo ao final do 3º ano do Prazo da Concessão, iniciando ao término dos Trabalhos Iniciais, totalizando 151,2 KM de extens
ão nos seguintes trechos da BR 040:
  • De Luziânia a Cristalina, num total de 41,5 KM de faixas adicionais;
  • De Cristalina a Paracatu, num total de 15,7 KM de faixas adicionais;
  • De Paracatu a João Pinheiro, num total de 13 Km de faixas adicionais;
  • De João Pinheiro a BR 365, num total de 20,2 KM de faixas adicionais;
  • Da BR 365 a Três Marias, num total de 23 KM de faixas adicionais;
  • De Três Marias a Felixlândia, num total de 19,5 KM de faixas adicionais;
  • De Felixlândia a BR 135, num total de 18,3 KM de faixas adicionais.

Duplicação da BR 040 (Obras Condicionadas ao Volume de Tráfego)

Os subtrechos de pista simples da BR 040 indicados abaixo deverão ser duplicados quando for atingido os seguintes volumes diário médio (VDM) de tráfego:

  • De Luziânia a Cristalina, com 71,6 KM extensão, deverá ter um VDM de 7.800;
  • De Cristalina a Paracatu, com 101,6 KM de extensão, deverá ter um VDM de 7.000;
  • De Paracatu a João Pinheiro, com 105,2 Km de extensão, deverá ter um VDM de 7.800;
  • De João Pinheiro a BR 365, com 79,7 KM de extensão, deverá ter um VDM de 7.700;
  • Da BR 365 a Três Marias, com 61,1 KM de extensão, deverá ter um VDM de 7.000;
  • De Três Marias a Felixlândia, com 75 KM de extensão, deverá ter um VDM de 9.200;
  • De Felixlândia a BR 135, com 63 KM de extensão, deverá ter um VDM de 9.800.
Obviamente que a privatização de uma rodovia traz inúmeros benefícios, tais como, melhor qualidade do pavimento, sinalização, segurança e suporte aos usuários, uma vez que são disponibilizadas ambulâncias, guinchos para reboque de veículos quebrados, telefones fixos e conservação estrutural da rodovia, como a empresa concessionária tem que cumpri a risca o contrato sob o risco de perder o direito de explorar a rodovia, esses quisitos são geralmente cumpridos, basta ver as rodovias privatizadas do Estado de São Paulo, que sem dúvida são as melhores do Brasil.
Porém, tem o fato dos motoristas teremn que pagar o pedágio, para quem mora no Entorno Sul por exemplo e precisa se deslocar diariamente à Brasília para trabalhar ou estudar, concerteza o valor do pedágio mais a gasolina ou a passagem de ônibus pesará no fim do mês. Já entre Brasília e Cristalina terá dois pedágios, se levarmos em onsideração o grande tráfego de veículos principalmente de carga entre as duas cidades, o frete aumentará bastante, consequêntemente o produto final que chega a nossas mesas aumentará exponencialmente. Veja na figura abaixo as praças de pedágio em Brasília e Cristalina:



Fontes das imagens: ANTT e Ministério dos Transportes.



Quer divulgar esta matéria, não esqueça a fonte: http://www.redecol.com.br

Categorias: Obras

5 comentários :

  1. Era para ser obrigação do governo ser desde forma né?

    ResponderExcluir
  2. O governo que deveria fazer essas melhorias citadas acima, e não uma empresa privada. E com isso é mais uma taxa que iremos pagar no fim do mês.

    ResponderExcluir
  3. Também concordo, mas infelizmente aqui no nosso país algumas coisas não são levadas a sério pelos governantes, quem sempre paga o pato é o povo, que já tem uma das maiores taxas tributárias do mundo, ainda vem mais essa por aí. Abraços e obrigado pela visita, volte sempre.

    ResponderExcluir
  4. JEAN C S VENANCIO

    PEDAGIO ENTRE LUZIANIA E CRISTALINA EU ATE CONCORDO, MAS PEDAGIO DE LUZIANIA A BRASILIA NEM EU E NEM A POPULAÇÃO VAI ADMITIR, LUZIANIA A BRASILIA E UMA REGIÃO METROPOLITANA TODOS TRABALHAM NO PLANO ISSO VAI ATRASAR AINDA MAIS O DESENVOLVIMENTO DA CIDADE JA Q AS PESSOAS NAO VAO QUERER INVESTIR OU MORAR EM LUZ E PAGAR PEDAGIO TODOS OS DIAS !!!

    ResponderExcluir
  5. na inauguraçao do novo viaduto das almas o presidente ja deveria anunciar a concessao.oviaduto será inaugurado em 30/03/2010.muitos irao cobrar como esta a concessao.ja se passaram mais de tres anos que foi anunciado e até agora nada.

    ResponderExcluir

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.

 
Bandeira BrasilCopyright © 2008-2014 - Redecol Brasil/Blogger Todos os direitos reservados. Política de privacidade