Cinco pedidos de impeachment são protocolados contra Agnelo Queiroz governador do Distrito Federal


Agnelo Queiroz
Foto: Época    
Cinco pedidos de impeachment contra Agnelo Queiroz, governador do Distrito Federal são protocoladas na Câmara Legislativa. O governador foi acusado de corrupção quando estava á frente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA e do Ministério do Esporte. O antecessor de Agnelo, José Roberto Arruda, teve seu mandato cassado após denúncias de corrupção, no caso conhecido como Caixa de Pandora, mergulhando a capital do Brasil numa profunda crise política.

Os pedidos de impeachment foram requeridos pelo presidente do DEM, Alberto Fraga, pelo presidente regional em exercício do PSDB, Raimundo Ribeiro, pelo advogado Rogério Pereira, além dos partidos: DEM e PSDB. Esses requerimentos, serão agora encaminhados à Procuradoria da Câmara Legislativa e posteriormente, após análise dos aspectos jurídicos, serão enviados à Comissão de Constituição e Justiça da Casa, onde poderá ser criada uma CEI – Comissão Especial de Inquérito, que deve ser votada pelos demais deputados para sua efetivação.

Devido às denúncias, os partidos de oposição ao governo, pedem que seja criada uma Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI, para apurar todas as denúncias de corrupção que sobrecaem sobre o governador Agnelo Queiroz.

Comente com sua conta do Facebook

Comente com sua conta do Google

Um comentário

  1. No Brasil são dois pesos e duas medidas. Com o Arruda prisão, e com o Agnelo, omissão. Se o arruda fosse do PT estaria no governo até hoje, igual ao Agnelo está agora, confortável.

    ResponderExcluir

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.