Últimas Notícias

Notícias do Rádio

Telefonia

Nº de visualização do site

Pessoas Online

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Paralisação dos ônibus no Gama, Samambaia e Ceilândia - Rodoviários podem decretar greve

|

Paralisação de ônibus no DF
Foto: Correio Braziliense    
Nesta terça-feira (20/09), os moradores de Ceilândia, Gama e Samambaia foram surpreendidos com a paralisação dos rodoviários, complicando a vida de quem precisava chegar ao Plano Piloto.

Ao todo, mais de 1.200 ônibus deixaram de circular e milhares de passageiros lotaram as paradas e terminais. Desde as 5h da manhã nenhum ônibus das empresas Viplan e Planeta deixaram as garagens.

De acordo com os rodoviários, a paralisação foi motivada porque os acordos coletivos firmados juntamente com os donos das empresas não foram assinados e, portanto, não tem valor jurídico, eles querem que os acordos coletivos sejam assinados. O sindicato das empresas de ônibus do Distrito Federal disse que a paralisação é ilegal e que estão dispostos a conversar com a categoria, desde que os passageiros não sejam prejudicados.

Caso não haja acordo, os rodoviários poderão decretar greve. Nos horários de maior demanda, poderá haver mais paralisações, tumultuando a volta para casa dos brasilienses. O transporte público no Distrito Federal é uma vergonha, os passageiros pagam a passagem mais cara do Brasil e ainda sofre com ônibus velhos e superlotados diariamente.

No final da manhã o Governo do Distrito Federal emitiu uma nota de esclarecimento à população, repudiando a paralisação dos rodoviários, leia a nota na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Governo do Distrito Federal estranha a atitude adotada pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros e das Empresas de Transportes Coletivos (Setransp-DF) que, após exaustivas discussões realizadas no mês de junho deste ano, não assinou o acordo coletivo definido em mesa de negociação diante dos representantes dos rodoviários e do Governo.

Por esta razão, os rodoviários de duas empresas do transporte público coletivo do Distrito Federal decidiram realizar paralisações relâmpagos na manhã desta terça-feira, dia 20 de setembro, prejudicando milhares de usuários que dependem do serviço.
Entendendo que tal atitude representa quebra do acordo firmado em junho deste ano, o Governo do Distrito Federal decidiu:
1-) Ordenar a todos os fiscais da DFTrans que autuem imediatamente todo e qualquer veículo do transporte público coletivo do DF que não estiver cumprindo horário e/ou itinerário;
2-) Encerrar o diálogo que vinha mantendo com os empresários que atuam no serviço de transporte público coletivo do DF na busca das melhores soluções para os problemas enfrentados pelo setor;
3-) Enviar para a Câmara Legislativa o Projeto de Lei que estabelece o marco regulador para o setor no momento em que o GDF considerar mais oportuno e nos termos que o Governo considerar mais adequados para atender os parâmetros de qualidade no serviço prestado;
Por último, o Governo do Distrito Federal esclarece que vem cumprindo rigorosamente todos os itens do acordo firmado com os representantes do transporte público coletivo do DF e considera as paralisações um desrespeito aos direitos mais elementares da população.
Ascom da Secretaria de Transportes.
Em 20.09.2011


Categorias: DF, Gama


Comente com sua conta do Facebook


Postar um comentário

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.