Últimas Notícias

Notícias do Rádio

Telefonia

Nº de visualização do site

Pessoas Online

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Cristalina ainda é a Cidade dos Cristais?

|

A maior riqueza de Cristalina durante muitos anos foi o cristal, o minério é responsável pelo surgimento da cidade e também por torná-la conhecida mundialmente. Corajosos brasileiros e também estrangeiros procurando melhores condições de vida vieram à Cristalina extrair cristal. Hoje a realidade é bem diferente, a economia agora gira em torno da agricultura e pecuária e o cristal ficou em segundo plano.
Em Cristalina existem hoje aproximadamente 350 garimpeiros, que para, conseguirem garimpar, precisam andar grandes distâncias e muitas vezes invadem terrenos particulares em busca do cristal. São várias famílias sustentadas integralmente com o dinheiro oriundo do cristal. Na cidade, os garimpeiros vendem as pedras menores por  R$ 2,00  o quilo e as maiores custam entre R$ 8,00 e a R$ 10,00 o quilo.
Essa situação gera vários conflitos entre fazendeiros que não querem pessoas estranhas invadindo suas terras e esburacando o solo, por outro lado, os garimpeiros alegam que não há mais terrenos de garimpo na cidade onde eles possam garimpar o cristal e sustentar suas famílias, e por isso, precisam entrar em terras particulares para garimpar.
A reportagem do DFTV da TV Globo Brasília, esteve em Cristalina e conversaram com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Juarez de Souza, que disse não haver conflito algum, no entanto afirmou que a prefeitura negocia a compra de uma área de garimpo para os cooperados, disse ainda que o processo de compra do terreno está em fase de legalização de documentos. O fato concreto é que, paradoxalmente os garimpeiros que tanto contribuíram para o progresso de Cristalina não têm um lugar para trabalhar na cidade dos cristais.
Chega a ser absurda a tamanha falta de reconhecimento que o município de Cristalina tem para com os garimpeiros, na cidade, não há se quer um  monumento que lembre o garimpo, não existe uma praça em homenagem aos garimpeiros e muito menos ruas ou avenidas. Seria muito interessante se em nossa cidade houvesse a Praça dos Cristais, com monumentos e esculturas que lembrassem os garimpeiros e também esse fascinante mineral.
Além dos garimpeiros, várias empresas familiares trabalham na lapidação do cristal, onde são dadas formas, brilho e vida à pedra. São diversas peças artesanais confeccionadas a partir do cristal, as pedras “brutas” lapidadas custam em média R$ 90,00 o quilo, dependendo é claro da sua pureza e qualidade.
Comenta-se que o prédio onde funcionava o Fórum de Cristalina entre a Rua Getúlio Vargas e 21 de abril será transformado em um cinema, no entanto, serie mais relevante culturalmente, fazer dele um centro cultural, onde abrigaria além do cinema, mas também um museu que contasse a nossa história, como era o antigo museu desativa há anos, fica aí a dica para os nosso governantes.
Cristalina é o maior centro de comercialização de gemas do Brasil, são joias de todos os tipos e tamanhos, algumas custam entre R$ 5 mil e R$ 10 mil, outras nem se calcula o seu valor. Um grande número de pessoas se dirige à Cristalina em busca do cristal, que além da beleza, é considerado um dos mais puros e belos do planeta.
Logo abaixo, você pode assistir uma belíssima reportagem veiculada pelo DFTV da TV Globo Brasília sobre as dificuldades encontradas pelos garimpeiros de Cristalina, vale a pena assistir:





Categorias: Curiosidades


Comente com sua conta do Facebook


Postar um comentário

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.