Últimas Notícias

Notícias do Rádio

Telefonia

Nº de visualização do site

Pessoas Online

terça-feira, 15 de maio de 2012

Dia do Garimpeiro em Cristalina

|

Dia do Garimpeiro em Cristalina
No dia 16 de maio é comemorado em Cristalina o Dia do Garimpeiro, pequena homenagem frente a enorme contribuição que essa classe de trabalhadores prestaram para o município. Tudo começou em 1880 quando dois franceses chamados Etiene Lepesqueur e Leon Laboissière encontraram em nossas terras uma quantidade inimaginável de cristais que afloraravam do solo.

Os dois se mudaram para o local na qual deram o nome de São Sebastião da Serra dos Cristais, a notícia se espalhou e milhares de pessoas de todas as partes do Brasil e do mundo vieram extrair o abundante cristal, dando início ao povoamento do que seria mais tarde a nossa Cristalina.


Depois de vários anos de recessão o comércio de cristais voltou com força total na década de 40, época que ocorreu a Segunda Guerra Mundial. O minério era exportado em largas quantidades para os países Aliados (Grã-Bretanha, França, União Soviética, Estados Unidos e China, dentre outros) que utilizavam o cristal na confecção de munições, principalmente bombas. As pessoas mais antigas contam que no período, Cristalina viveu uma grande euforia desenvolvimentista nunca antes vista na cidade, várias lojas de expressão nacional como as Lojas Pernambucanas se instalaram aqui, tinha até uma empresa aérea que ligava Cristalina às principais cidades do Brasil.

No começo da década de 50, mais especificamente no dia 16 de maio de 1951, Cristalina foi estremecida com a notícia da morte de cinco garimpeiros, vitimas de um desmoronamento no Garimpo do Criminoso, local famoso por ter causado a morte de muitas pessoas. Dentre os mortos estavam um dos filhos mais ilustres da nossa cidade, Domiciano Ribeiro, esse nome lhe soa familiar não é?  Ele foi o fundador do Povoado do Resfriado, que mais tarde como homenagem ao seu fundador passou a se chamar Distrito de Domiciano Ribeiro, localizado no município de Ipameri-Go a 24 quilômetros de Cristalina. Devido a este triste acontecimento, o dia 16 de maio passou a ser comemorado em Cristalina o Dia do Garimpeiro.

A partir da década de 70 com a expansão da agricultura no município o garimpo deixou de ser a principal atividade econômica de Cristalina, como consequência os garimpeiros começaram a ter dificuldade de encontrar novos locais de garimpo, já que as terras começaram ser cercadas e vigiadas por jagunços que impedia a entrada dos trabalhadores. Hoje a situação não é muito diferente, os garimpos estão saturados e onde ainda pode ser explorado estão em terras particulares. 

Mesmo assim, o Cristal movimentou no ano de 2007 mais de R$ 20 milhões em Cristalina, mostrando que a atividade ainda é muito importante para a economia da município, além disso, milhares de pessoas oriundas de todas as partes do mundo vem à Cristalina em busca de cristais e artefatos confeccionados a partir do minério.

Pela importância que os garimpeiros tem na história de Cristalina, eles deveriam ser mais reconhecidos, não há se quer uma praça ou avenida do Garimpeiro, mesmo no Dia do Garimpeiro não há grandes comemorações. Assim como muitos cristalinenses, minha família veio para essas terras em busca do garimpo, inclusive meu tio Nicolau Batista de Oliveira, garimpeiro, foi um dos grandes responsáveis pela emancipação de Cristalina, ele foi o primeiro Sub-Delegado de polícia da cidade, já que na época o delegado ficava em Santa Luzia (Luziânia). 


Como uma das pessoas que mais lutaram por Cristalina, Nicolau B. de Oliveira merecia ao menos uma homenagem por parte da Câmara de Vereadores e Prefeitura de Cristalina, não existe nenhuma menção ao seu nome em praças, ruas, avenidas ou prédios públicos. Um povo sem história é um povo sem futuro, a comunidade cristalinense precisa reconhecer o valor e a importância dos garimpeiros, se hoje a nossa cidade se destaca como uma das localidades mais prósperas do Brasil, devemos tudo aos nossos nobres Garimpeiros.



Comente com sua conta do Facebook


Postar um comentário

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.