Cerca de 80% dos criminosos que atuam no DF moram no Entorno, segundo Ministério da Justiça


Mapa da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno - RIDE, popularmente chamada de
Clique para ampliar
A criminalidade não para de aumentar em Brasília, os casos de sequestros relâmpagos, latrocínios e assaltos crescem de forma alarmante. Segundo Regina Miki, secretária nacional de segurança pública, o Ministério da Justiça fez um estudo das ocorrências registradas na capital federal nos últimos trinta dias e foi constatado que 80% dos casos de violência foram praticados por marginais residentes nos municípios goianos do Entorno do DF.

A situação é tão séria que o governo federal vai celebrar na próxima semana um acordo de cooperação técnica entre o estado de Goiás e Distrito Federal para combater a criminalidade na região do Entorno. “O crime não respeita divisas. Era ilusão achar que não ia explodir”, afirmou Regina Miki.  Carentes de serviços públicos e “esquecidas” pelos governos, as cidades goianas que fazem limite com o Distrito Federal, segundo a secretária, convivem com históricas desigualdades

O acordo prevê a integração dos governos, que agindo de forma institucional e cooperativa vai executar ações de repressão à criminalidade, inclusive com a implementação de programas sociais. O governo federal repassará recursos e programas do ministério da Justiça, Saúde, Educação, Desenvolvimento Social, Desenvolvimento Agrário e outros órgãos de primeiro escalão do planalto. 

Por meio do PRONASCI - Programa Nacional de Segurança com Cidadania, desenvolvido pelo Ministério da Justiça, será promovida a capacitação e qualificação da força policial que atua no Entorno do DF. Serão comprados ainda, novos equipamentos para o combate ao crime, por outro lado, o acordo estabelece que o governo de Goiás deve aumentar o efetivo policial no Entorno, promovendo novos concursos públicos.

A Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno, engloba 23 municípios, sendo dezenove em Goiás três em Minas Gerais, além é claro, do Distrito Federal. Com uma população de 3,8 milhões de habitantes, o Entorno é a quinta maior aglomeração populacional do Brasil, segundo dados do IBGE 2012.

Quando o governo do Distrito Federal aumenta a repressão à criminalidade em suas divisas, os bandidos que antes atuavam nas regiões administrativas (ex-cidades-satélites), fogem rumo aos municípios do Entorno. Essa migração é apenas uma expansão de território do ponto de vista da criminalidade, já que, mesmo morando no Entorno, os bandidos continuam atuando em todo o DF. Por isso, se não houver ações integradas entre os vários níveis de governo, que visem combater a onda de criminalidade na região como um todo, de nada adiantará injetar milhões de reais em programas que não resolverão o problema que só tende a crescer.

A hora de agir é agora, nossa região já tem uma população de quase 4 milhões de pessoas, é preciso ações firmes e objetivas por parte das autoridades, pelo contrário, o Entorno de Brasília será em poucos anos uma nova Baixada Fluminense.

Comente com sua conta do Facebook

Comente com sua conta do Google

Nenhum comentário

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.