O jipe robô Curiosity encontra pedra em forma de pirâmide em Marte


Jipe robô Curiosity entra pedra em forma de pirâmide em Marte
Pedra em forma de pirâmide encontrada em Marte. Foto: Curiosity/NASA/JPL

O jipe robô Curiosity, que explora o planeta Marte, encontrou uma pedra com formato de pirâmide, o que certamente chamou a atenção dos pesquisadores que trabalham na missão. A imagem foi feita na última quarta-feira (19/09) pela câmera Navcam, localizada no braço mecânico do robô e mostra uma rocha de 25 cm de altura e 40 cm de largura na base, mais ou menos do tamanho de uma bola de futebol americano.

O Curiosity carrega dez instrumentos de análises químicas altamente sofisticados e a pedra em formato de pirâmide (chamada de Jake Matijevc, em homenagem a um dos engenheiros da missão que faleceu recentemente), será o primeiro objeto a ser analisado pelo robô, dentre esses instrumentos destacam uma pá (ou colher) para recolher amostras do solo, uma câmera chamada de “Mars Hand Lens Imagers” – Mahli (com alta capacidade de zoom) e um raio-X chamado de espectrômetro (APXS) que é capaz de identificar a composição química de amostras de rochas.
Leia também:

Desde quando chegou à Marte, no dia 06 de agosto, o robô já se deslocou 289 metros dentro da cratera Gale, em média o Curiosity percorre de 22 a 37 metros por dia marciano, a pedra em forma de pirâmide fica exatamente na metade do caminho entre o local de pouso do robô e a região de Glenelg, onde os cientistas acreditam que há grande possibilidade de ser encontrado sinais da existência de água no passado marciano.

A missão do Curiosity no planeta vermelho está prevista para durar dois anos, após estudar a região de Glenelg, o robô segue rumo ao monte Sharp, distante oito quilômetros do ponto de pouso. Esse percurso deve demorar entre dois e três meses, isso caso o Curiosity consiga se deslocar pelo menos cem metros por dia, o que dependerá do tipo de solo que encontrar pela frente. Nas redondezas do monte Sharp os cientistas esperam encontrar indícios da existência de vida microbiana nos primórdios de Marte.

Comente com sua conta do Facebook

Comente com sua conta do Google

Nenhum comentário

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.