Greve dos professores do DF é suspensa e alunos devem retornar às salas de aula


Professores do DF encerram a greve que durou 52 dias
Foto: Marcello Casal Jr/ABr
Os professores da rede pública do Distrito Federal aceitaram a proposta feita pelo GDF e encerraram a greve que durou 52 dias. Os 500 mil estudantes da rede pública devem voltar às salas de aula, no entanto, o calendário de reposição das aulas perdidas ainda não foi definido.

Os professores aceitaram a proposta do GDF de reajustar o auxílio-saúde em R$ 200 a partir de julho, incorporar gradualmente uma gratificação ao salário, apresentar proposta de reestruturação das carreiras na Câmara Legislativa e continuar a negociar outros 20 itens reivindicados.  O sindicato que representa a categoria já deixou agendado no dia 14 de junho uma assembleia para averiguar se o acordo está sendo cumprido pelo GDF.

O sindicato que representa os professores afirmou que os 52 dias, sendo 34 úteis, serão repostos rigorosamente, com isso, provavelmente os estudantes não terão férias em julho e dezembro e em alguns casos, terão que repor as aulas perdidas nos finais de semana.

Comente com sua conta do Facebook

Comente com sua conta do Google

Nenhum comentário

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.