Estádio Mané Garrincha em Brasília resiste a duas tentativas de implosão


Foto: Valter Campanato/Agência Brasil - 
O estádio Mané Garrincha aqui em Brasília, resistiu a duas tentativas de implosão, foram usados mais de 250 quilos de dinamites e a estrutura do estádio continua firme. De acordo com o Consórcio Brasília 2014, responsável pela obra, na primeira tentativa houve um "corte" na linha de detonação responsável por desestabilizar a base da construção, e mesmo após a reconstituição e vistoria para a segunda tentativa a arquibancada não foi derrubada. Dagoberto Ornelas, representante do Consórcio, disse que não houve erro de cálculo, mas sim, uma imprevisibilidade.
Veja abaixo o vídeo que mostra a frustrada tentativa de demolir o Mané Garrincha:



A Novacap, que ficou encarregada da demolição, para demolir as arquibancadas de 27 metros de altura e 11 mil toneladas de peso, foram usados 250 quilos de explosivos. O custo da segunda tentativa de implosão ficou a cargo da empresa contratada, já que, o GDF já pagou pelo serviço.

Hoje, o Consórcio Brasília 2014 divulgou uma nota afirmando que as duas explosões abalaram parte da arquibancada e que, a empresa responsável pela obra poderá utilizar máquinas para derrubar parte da estrutura que se encontra mais fragilizada. A data da nova implosão ainda não foi definida.

Estádio Nacional de Brasília
O Mané Garrincha dará lugar ao estádio Nacional de Brasília, orçado em R$ 671 milhões, com capacidade máxima de 71 mil expectadores sentados. O estádio se tornou um forte candidato para receber o jogo de abertura da Copa do Mundo de 2014.

Fotos do Estádio Nacional de Brasília
Foto Externa do Estádio Nacional de Brasília
Foto interna do Estádio Nacional de Brasília

Comente com sua conta do Facebook

Comente com sua conta do Google

Nenhum comentário

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.