Programa Luz para Todos está suspenso em Goiás por inadimplência da Celg

Estão suspensos novos atendimentos do Programa Luz Para Todos. Como a Celg  - Companhia  Energética de Goiás está inadimplente com o governo federal, não serão liberados mais recursos no momento. As situações do programa e da Companhia Energética foram discutidas na 71ª Reunião Ordinária do Comitê Gestor Estadual de Goiás do Programa Luz para Todos, ocorrida no dia 08 de fevereiro em Goiânia.
Embora estejam sendo feitos alguns atendimentos com o material remanescente do ano passado, a verba está suspensa, e não devem haver novas ligações enquanto a Celg não quitar sua dívida. Muitos municípios já estão sendo prejudicados como, por exemplo, Cristalina, onde produtores estão precisando de energia para alimentar os pivôs.
Uma nova reunião será agendada após o Carnaval. Se houver novidades quanto à dívida, o cronograma de execuções volta a ser discutido.

Luz Para Todos

Lançado em 2003, o programa tem a meta de levar energia elétrica a mais de 10 milhões de pessoas do meio rural. É coordenado pelo Ministério de Minas e Energia, operacionalizado pela Eletrobrás e executado pelas concessionárias de energia elétrica e cooperativas de eletrificação rural. O mapa da exclusão elétrica no país revela que as famílias sem acesso à energia estão majoritariamente nas localidades de menor Índice de Desenvolvimento Humano e nas famílias de baixa renda. Cerca de 90% destas famílias têm renda inferior a três salários mínimos e 80% estão no meio rural.


Comente com sua conta do Facebook