Últimas Notícias

Notícias do Rádio

Telefonia

Nº de visualização do site

Pessoas Online

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Nove em cada dez quilos de carne de ovinos e caprinos que entra no Distrito Federal é clandestina

|

Governo quer construir abatedouro de ovinos e caprinos no Distrito Federal para combater carne clandestina
Foto: Embrapa

Cerca de nove em cada dez quilos de carnes de cabras e carneiros comercializadas no Distrito Federal são clandestinas e coloca em risco a saúde da população, segundo estimativa do Sindicato dos Criadores de Ovinos e Caprinos do DF. Além do preço deste tipo de carne ser bem salgado, o consumidor corre risco de contaminação, uma vez que são produzidas sem as mínimas condições de higiene.

No Distrito Federal não existe nenhum abatedouro de ovinos e caprinos, o que facilita a comercialização ilegal dessas carnes. Os produtores do DF afirmam que enquanto não for construído um abatedouro padrão, que cumpra todas as normas de higiene e saúde no abate e manuseio dos animais criados no Distrito Federal, o problema não será resolvido.

Na última terça-feira (19/06), aconteceu uma reunião na sede da Federação de Agricultura e Pecuária do Distrito Federal – FAPE/DF para discutir o projeto de construção do abatedouro. Segundo o presidente do Sindicato dos Criadores de Ovinos e Caprinos do DF (Sincco-DF), Rogério Tokarski, a atual condição do fornecimento de carne de caprinos e ovinos na capital do País é preocupante. “Nós, como produtores, não temos nenhuma instituição credenciada para fazer o abate dos animais. Quem compra acha pouca a demanda e  alto o preço”, afirma.

A construção do abatedouro será financiada com recursos do Banco de Brasília – BRB, no entanto, ainda não há previsão de quando iniciarão as obras. Em todo o Distrito Federal existem mais de 250 criadores de ovinos e caprinos que aguardam com ansiedade o empreendimento.


Categorias: DF, Entorno


Comente com sua conta do Facebook


Postar um comentário

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.