Greve dos policiais do Entorno de Brasília deve durar 24 horas

A segurança pública no Entorno de Brasília que já está na “UTI”, pode ficar ainda pior em decorrência da paralisação iniciada hoje (21/06), às 8 horas da manhã pelos policiais civis da região. Nas 26 delegacias do Entorno, somente serão registrados Boletins de Ocorrência em casos de crimes hediondos (latrocínio, homicídio, seqüestro, estupro e tráfico), durante todo o dia, haverá uma concentração da categoria em frente à Delegacia do Bairro Céu Azul, em Valparaíso.

Os policiais reivindicam melhores condições de trabalho, reposição salarial da perda gerada pela inflação, reajuste da gratificação de localidade, quantia paga pelo governo para ajudar o custo do deslocamento de policiais que trabalham nas cidades do Entorno do DF; redução das jornadas de trabalho de oito para sete horas por dia, e a chamada de 330 remanescentes de concursos públicos. Há sete anos a Polícia Civil da região não tem aumento.

As delegacias das seguintes localidades do Entorno de Brasília aderiram a paralisação e indicativo de greve dos policiais:
  • Cristalina,
  • Luziânia,
  • Jardim Ingá,
  • Cidade Ocidental,
  • Valparaíso,
  • Céu Azul,
  • Novo Gama,
  • Santo Antônio do Descoberto,
  • Águas Lindas,
  • Padre Bernardo,
  • Planaltina de Goiás,
  • Formosa.


Comente com sua conta do Facebook