Ex-aluno invade escola no Rio de Janeiro e mata 10 pessoas a tiros


Um homem de 23 anos, munido de dois revólveres, invadiu a Escola Municipal Tasso da Silveira, no Rio de Janeiro e começou atirar nas crianças, até o momento, dez pessoas foram mortas pelo atirador e mais de 22 pessoas foram feridas, incluindo dez crianças. O atirador foi morto pela polícia.

A polícia descobriu que o atirador é um ex-aluno da escola, chamado, Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos. A polícia disse que Wellington deixou uma carta, onde se mostrava decidido a se matar depois de cometer os assassinatos.

Para entrar na escola, o atirador disse que faria uma palestra no local. Segundo o Site G1, Uma equipe do Batalhão de Polícia Rodoviária – BPRV que passava no momento em frente à escola, viu diversas crianças saindo correndo da escola, então foram ao local para ver o que estava acontecendo. Se os policiais não tivesse chegado no exato momento do ataque, o número de vítimas poderia ser muito maior.

Uma funcionária da escola ouvida pelo G1, disse à reportagem: “O cara entrou, foi para o terceiro andar e começou a atirar. As crianças disseram que foi pai de aluno. Vimos muitas crianças carregadas, desacordadas, baleadas”. “Começamos a ouvir tiros. Com o eco, parecia que uma coisa estava desabando. Todo mundo correu. Depois, a professora chegou dizendo que o cara chegou atirando em uma sala. Foi um desespero”, afirmou ela.

Comente com sua conta do Facebook

Comente com sua conta do Google

3 comentários

  1. Esse mundo está perdido cade o amor no coração das pessoas meu Deus oq ta acontecendo!

    ResponderExcluir
  2. esse cara e um monstro

    ResponderExcluir
  3. eosintomuito pelasmeninasdaescola epelasfamiliasdelas ;munomee;lucasoliveiradasilva.um,beijaoparaasfamiliastial

    ResponderExcluir

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.