Produtores de Cristalina participam de palestra de exportação no agronegócio


– A dificuldade não é conseguir comprador para os nossos produtos, mas nos organizar para iniciar esse processo.
A afirmação é do analista de comércio exterior da secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura, Adilson Farias. Ele detalhou o passo a passo para acessar o mercado externo, no 35º Seminário do Agronegócio para Exportação (AgroEx), realizado em Cristalina, na última quinta, dia 12.

A busca de importadores, a documentação necessária e o acerto do pagamento foram algumas das etapas apresentadas na palestra. O analista frisou que, sem organização como passo inicial, não é possível conquistar o mercado externo.
Uma prova de sucesso no município é o produtor Luiz Figueiredo, que exporta cerca de sete mil sacas de café cereja por ano. Ele estruturou sua fazenda, com base na experiência anterior, em cooperativas. E desde 2006, fornece o grão a uma renomada importadora italiana.
– Tenho um espírito cooperativista e sei que só com união é possível crescer – afirmou.
O agricultor aproveitou o clima e a altitude favoráveis de Cristalina, explorou o potencial de irrigação, para produzir o primeiro café premiado do estado de Goiás e já vislumbra a oportunidade de crescer como criador de gado leiteiro e futuro exportador de leite em pó.
– Se tivermos mais produtores com o mesmo interesse, seremos capazes de ter no município uma secadora de leite, que vai permitir este salto. Ninguém nasce grande – completou.
O AgroEx é uma iniciativa do ministério para incentivar as exportações nas cidades que se destacam na atividade agropecuária. A próxima edição está programada para setembro em Pelotas(RS).

Comente com sua conta do Facebook

Comente com sua conta do Google

Nenhum comentário

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.