Telescópio Espacial Hubble fez belíssimas imagens da Nebulosa da Tarântula


Para comemorar o seu 22 º aniversário em órbita, o Telescópio Espacial Hubble divulgou uma nova e dramática imagem da Nebulosa da Tarântula, também chamada pelos astrônomos de 30 Dourados ou NGC 2070, esta nebulosa faz parte da Grande Nuvem de Magalhães, que se localiza na constelação do Peixe-Espada.
Nasa divulga belas imagens da Nebulosa da Tarântula, que está há 160 mil anos-luz da Terra
Nebulosa da Tarântula localizada há 160 mil anos-luz da Terra. Foto: Hubble/NASA/ESA
A Nebulosa da Tarântula recebeu esse nome porque seus filamentos compostos por estrelas brilhantes lembram as pernas de uma aranha. Apesar de estar há 160 mil anos-luz da Terra, esta nebulosa se mostra extremamente luminosa no céu noturno. Esta nebulosa é um dos principais berçários estelares que se conhece, em seu centro milhares de estrelas massivas ejetam grande quantidade de gás para o espaço, produzindo além de muita radiação, violentos ventos estelares. Esses gases são aquecidos a milhões de graus por estes ventos estelares e também por explosões de supernovas.

Comente com sua conta do Facebook

Comente com sua conta do Google

Nenhum comentário

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.