Tempo seco e baixa umidade do ar coloca 7 Estados e o Distrito Federal em alerta


sol forte
O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para tempo seco em São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, na Bahia, no Tocantins e no Distrito Federal. A previsão para a tarde é que a umidade relativa do ar fique abaixo de 30%, nível considerado preocupante pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo a meteorologista, Morgana Almeida, a Região Central do país é mais seca por estar distante do oceano. “Pelo fato de o Brasil ser um país de dimensões continentais, é mais difícil que o vapor da água vindo do mar chegue até essa área. Isso é o que chamamos de efeito da continentalidade”, explica.

Durante o período da manhã a capital paulista registrou umidade de 50%. Mas, as cidades de Ituverava, Valparaíso, Presidente Prudente e Pradópolis, no oeste, registraram índice de 20% a 30%. Pelos padrões da OMS, entre 20% e 30% é considerado estado de atenção, de 12% a 20%, alerta, e inferior a 12% é alerta máximo.

Durante o fim de semana, a tendência é que os níveis de umidade do ar fiquem ainda mais baixos. Na cidade de São Paulo, a umidade relativa do ar na capital e no interior deve chegar a 20%, no sábado. As temperaturas máximas devem alcançar 31º graus Celsius (ºC) no interior e 27ºC na capital. Além disso, segundo o Inmet, a umidade do ar deve ficar ainda mais baixa nos meses de agosto e setembro.

Nesta época do ano é comum encontrar pessoas que sofrem com sangramento pelo nariz, olhos irritados ou alergias na pele causadas pela seca. “Para quem já sofre de problemas pulmonares crônicos é válido que se faça uma avaliação médica para ver se a medicação está adequada”, disse a pneumologista Jaquelina Ota.

A médica ressalta também que é importante evitar ambientes fechados, redobrar os cuidados com a higiene básica, como lavar as mãos com frequência, e não praticar atividade física no período em que tem mais poluentes no ar (entre as 10h e as 16h). Outra dica é evitar banhos quentes, excesso de sabonete na pele, usar sempre hidratantes e protetor solar e não passar a língua nos lábios, pois a saliva possui substâncias digestivas que agridem os lábios.
Com informações da Agência Brasil


Comente com sua conta do Facebook

Comente com sua conta do Google

Nenhum comentário

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.