Governo Federal Financiará construção e reforma de estádios para a Copa de 2014


Uma linha de crédito de R$ 400 milhões por unidade será disponibilizada para reforma e construção de estádios nas cidades que serão sede de jogos da Copa do Mundo de 2014. O financiamento será válido tanto para estádios públicos quanto privados. As obras deverão incluir questões relativas à acessibilidade nos arredores dos estádios.

O Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) poderá financiar até 75% do custo da obra, sendo o teto de R$ 400 milhões. Será de três anos o prazo de carência e de 12 anos o prazo para pagamento. Será cobrada a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) mais 1,9% ao ano.
Segundo o ministro do Esporte, Orlando Silva, o modelo de financiamento será apresentado para aprovação na próxima quinta-feira (em reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN).
Em reunião realizada no dia 27 de outubro, entre ministros e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva foram discutidos também os projetos de mobilidade urbana apresentados pelas 12 cidades onde haverá jogos da Copa do Mundo. De acordo com Orlando Silva, o presidente determinou que seja organizada uma reunião com representantes das cidades para fechar acordos específicos. “Nos próximos dias, deve haver uma decisão, política agora, com governadores e prefeitos sobre as propostas que eles apresentaram”, informou o ministro.
A Copa de 2014 juntamente com as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro, colocará o Brasil como o principal centro esportivo do Planeta, o mundo todo estará de olho no nosso país, porém o mais importante será o legado que estas obras deixará, pois, como dito nesta reportagem, será investido também em mobilidade urbana, coisa que o Brasil necessita há anos e agora tem um motivo para fazer.

Fonte: Agência Brasil com adaptações Redecol Brasil



Quer divulgar esta matéria, não esqueça a fonte: http://www.redecol.com.br/
Gostou do Post? Receba nossas notícias via 200Feed

Comente com sua conta do Facebook

Comente com sua conta do Google

Nenhum comentário

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.