Pirataria virtual aumenta no Brasil a medida que as bancas de camelôs perdem espaço para a internet


Pirataria virtual aumenta no Brasil
Os consumidores brasileiros de produtos piratas estão deixando de comprar CD/DVD nos populares camelôs e migrando para os sites de download, segundo apontou a pesquisa "O Consumo de Produtos Piratas no Brasil", realizada pela Fecomércio/RJ e Instituto Ipsos, a pesquisa realizada em setenta cidades, ouviu mil pessoas de todas as classes sociais.

O alto preço cobrado pelos produtos originais são o principal motivo que levou 97% dos ouvintes a comprarem produtos piratas. Já o percentual de pessoas que admitiram ter adquirido algum produto pirata passou de 52% em 2011 para 38% em 2012, sendo que o DVD, CD, óculos e roupas são os itens piratas mais procurados pelos brasileiros em 2012.

A pesquisa também aponta que 60% das pessoas ouvidas não consideram ilegal o ato de baixar música pela internet, em 2011, esse percentual era de 38%. Fica cada vez mais evidente que o consumidor brasileiro está deixando de procurar os camelôs e passa a baixar músicas e filmes pela internet, tendência já apontada por outras pesquisas.

Comente com sua conta do Facebook

Comente com sua conta do Google

Nenhum comentário

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.