Helicóptero que transportava 8 pessoas cai e dentre os mortos está o principal suspeito de cometer chacina em Doverlândia Goiás

Helicóptero que participava da chacina em Doverlândia em Goiás cai e 7 pessoas além do principal suspeito morrem
Helicóptero que caiu em Goiás. Foto: Wildes Barbosa/AE
A Secretaria de Segurança Pública de Goiás confirmou a queda de um helicóptero na tarde desta terça-feira (08/05) que transportava de volta à Goiânia delegados, peritos, o superintendente da polícia judiciária de Goiás, além do principal suspeito de ter cometido a chacina em Doverlândia que culminou com a morte de sete pessoas.

O helicóptero caiu a 35 quilômetros da cidade de Piranhas, em Goiás, o local é de difícil acesso e os trabalhos de resgate dos corpos devem durar toda a noite. Todos os oito ocupantes da aeronave morreram.  Ainda de acordo com a Secretaria de Segurança Pública de Goiás estavam na aeronave: o superintendente da Polícia Judiciária de Goiás, o delegado Antônio Gonçalves Pereira dos Santos; os delegados Bruno Rosa Carneiro, Osvalmir Carrasco Metali Júnior, Jorge Moreira da Silva e Vinícius Batista da Silva;  os peritos criminais Marcel de Paula Oliveira e Fabiano de Paula Silva; além do principal suspeito do crime, Aparecido de Souza Alves, 22 anos.

Ainda não se sabe o que causou o acidente, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública, o helicóptero havia passado recentemente por manutenção e estava em boas condições de uso. Uma das suspeitas é de que o suspeito de cometer a chacina em Doverlândia, Aparecido de Souza Alves, possa de alguma forma ter causado a queda da aeronave, o que ainda não foi confirmado.



Comente com sua conta do Facebook