Últimas Notícias

Notícias do Rádio

Telefonia

Nº de visualização do site

Pessoas Online

terça-feira, 26 de junho de 2012

Trem-Bala do Cerrado entre Brasília e Goiânia pode finalmente sair do papel

|

Trem-Bala Brasília-Goiânia custará em torno de R$ 570 milhões e viável tanto do ponto de vista técnico como econômico
Nesta semana, o projeto da construção de um trem-bala ligando Brasília – Anápolis – Goiânia, que alguns atrás foi amplamente repercutido na imprensa, foi retomado pela Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste – SUDECO, que na próxima quinta-feira (28/06) assinará um acordo para que seja produzido o Projeto Básico e o Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental – EVTEA, que nortearão a licitação da linha.

O acordo técnico será assinado no auditório da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, em Brasília. O antigo projeto de construção do Trem-Bala estava orçado em bilhões de reais e para piorar, técnicos e especialistas em transportes levantavam muitos questionamentos sobre a viabilidade técnica e econômica do projeto. Agora, a SUDECO, pretende gastar na ordem de R$ 570 milhões na construção do Trem-Bala, que diminuirá o tempo de viagem entre Brasília e Goiânia em  uma hora.

Segundo a SUDECO, existem dois modelos de transporte que estão sendo estudados, o primeiro seria o uso de trens convencionais entre Brasília e Goiânia, outra proposta, seria a utilização de Veículo Leve sobre Trilhos.

A distância entre as duas principais cidades do Centro-Oeste é de aproximadamente 200 quilômetros, com a implantação do trem-bala, que poderá trafegar a uma velocidade constante entre 140 km/h e 150 km/h, com apenas um ponto de parada em Anápolis, o tempo de viagem seria de pouco mais de uma hora, hoje, quem trafega pela BR 060 leva pelo menos o dobro deste tempo.

De acordo com Marcelo Dourado, diretor superintendente da SUDECO, é fundamental que seja dado prosseguimento ao projeto de construção do trem-bala, que será uma linha estratégica que impulsionará o desenvolvimento do Centro-Oeste Brasileiro, ainda segundo Marcelo, projeções do IBGE, apontam que a população do eixo Brasília-Goiânia, saltará dos atuais 6,5 milhões, para 20 milhões em 2027.

“O Eixo Brasília-Anápolis-Goiânia será a segunda maior conurbação (união física de municípios)  do País. É como se praticamente tivéssemos uma cidade apenas. Só perdendo, obviamente, para o eixo Rio de Janeiro-São Paulo”, reforçou. Ao lado do potencial populacional, estudos também apontam a tendência para a formação do maior Produto Interno Bruto Regional (PIB) do Brasil.

“O Distrito Federal tem o maior PIB per capita da América Latina. São R$ 51 mil por habitante ao ano. O centro administrativo do País está aqui. Goiânia é o grande polo do agronegócio. No ano passado, Goiás cresceu em percentuais chineses, em torno de 7% a 8%. E Anápolis hoje é o segundo polo de fármacos (medicamentos) do País e caminha  para ser o primeiro”, argumenta.


Categorias: DF, Entorno


Comente com sua conta do Facebook


Postar um comentário

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.