Últimas Notícias

Notícias do Rádio

Telefonia

Nº de visualização do site

Pessoas Online

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Designers, mineradores, garimpeiros e outros profissionais estão empenhados em recolocar Cristalina no mapa dos negócios no setor de pedras preciosas

|

Designers, mineradores, garimpeiros e outros profissionais estão empenhados em recolocar Cristalina no mapa dos negócios no setor de pedras preciosas. O Arranjo Produtivo Local (APL) coordenado pelo Sebrae em Goiás, criado há quatro anos, impacta diretamente cerca de 300 pessoas entre associados e cooperativados. A meta do projeto ‘Terra do Cristal’ é revalorizar a atividade.

Parte desta sofisticação participou no mês de maio do 14º ICA Congress Brazil, promovido pela International Colored Gemstone Association (ICA) e pelo Instituto de Gemas e Metais Preciosos (IGPM), com apoio do Sebrae e outras instituições. O evento aconteceu no Hotel Sofitel, no Rio de Janeiro.

“O preço por 1 kg de cristal custa cerca de R$ 10. Um pingente de 30 gramas, com uma lapidação simples, pode ser vendido por R$ 30. Já aprovamos uma proposta em assembleia para privilegiar a venda de peças trabalhadas”, explica o vice-presidente da Cooperativa de Garimpeiros, Artesãos e Mineradores de Cristalina (CGAM), Geraldo Tristão.

Mercado esotérico

“Já não é tão fácil encontrar o quartzo. A área de garimpo diminuiu muito e hoje a agricultura ocupa o primeiro lugar na economia de Cristalina. A criação de uma escola permanente de lapidação e ourivesaria e um espaço adequado para comercialização pode ajudar nossa atividade. Além das joias, podem ser confeccionadas peças como pirâmides e pêndulos, voltadas ao mercado esotérico e de decoração, como um lustre”, avalia Agnaldo de Oliveira Matos, dono da Lapidação Cristal Prisma e membro da Associação dos Artistas e Artesãos de Cristalina.

A designer alemã Agnes Petsch, que participou do evento, ficou encantada com as cores, transparência das pedras e a qualidade do design das peças de Cristalina. “São lúdicas. Adorei. Comprei um par de brincos por falta de tempo, mas voltarei aqui para levar mais”, conta.


Categorias: Atualidades


Comente com sua conta do Facebook


Um comentário :

  1. Olá trabalho com bijouterias finas , e tenho interesse em entrar em contato com alguns fornecedores de pedras naturais, agregando valor ao meu produto final. DEIXO MEU EMAIL P/ CONTATO:
    daiany@detalhefinal.com

    ResponderExcluir

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.