Últimas Notícias

Notícias do Rádio

Telefonia

Nº de visualização do site

Pessoas Online

sexta-feira, 18 de março de 2011

Entrevista com Marcos Vicca diretor artístico da Rádio Disney FM

|

O maior site brasileiro dedicado ao rádio entrevistou Marcos Vicca, diretor artístico da Rádio Disney FM 91.3 de São Paulo. A emissora estreou oficialmente no final de novembro e foi um dos assuntos mais comentados pelo mercado de rádio nos últimos meses. Vicca é um nome experiente e conhecido do rádio de São Paulo, principalmente após uma passagem de sucesso pela Mix FM. Batemos um rápido papo com o diretor artístico da Rádio Disney, que deixou suas impressões sobre o mercado da capital paulista e apresentou detalhes sobre a rádio que dirige. Acompanhe: 

O que pesou para você deixar o projeto da Mix FM e aceitar esse desafio da Disney FM?
A Disney é uma empresa que vive no consciente e inconsciente de todos nós, em maior ou menor peso, desde muito cedo. O projeto é muito sério, muito atraente, inovador e a Walt Disney Company é a maior empresa de entretenimento do mundo. A MIX FM é uma grande e importante emissora, e torço pelo seu sucesso.

Qual a principal proposta da Disney FM para o mercado de São Paulo? E para o público-alvo da emissora (aliás, qual é o público-alvo da emissora?)?

A principal proposta é trazer para São Paulo e para o público brasileiro uma rádio alegre e que apresente em sua programação todos os conceitos Disney, de diversas maneiras. O público alvo é o jovem, mas com atenção especial ao “jovem-adulto”.

Existe integração com alguma outra emissora da Disney FM? Se sim, que integração é essa?
O Brasil é o décimo primeiro país da América Latina a receber a Rádio Disney. É uma grande cadeia continental. Seguimos a concepção do projeto, com os ajustes necessários para o nosso mercado. A integração com a rede Rádio Disney é total, mas observando as necessidades e o público local.

Ainda é muito cedo para falar de audiência, porém qual o retorno dos ouvintes que é possível ser medido por vocês? Me conte também que expectativa que vocês possuem em relação a pesquisa de audiência. Qual é a meta?

Assinamos a pesquisa IBOPE, mas ainda não recebemos os dados oficiais. Já aparecem respostas espontâneas, o que é muito bom. Vamos aguardar um pouco mais. O retorno dos ouvintes tem sido surpreendente. Apesar de estarmos há apenas 2 meses no ar, nossa Central de Ouvintes recebe um número alto de chamados, nosso Twitter cresce rapidamente e os acessos ao site são altos. Independentemente de qualquer dado estatístico, nosso objetivo é fazer uma grande rádio. A meta, em termos de pesquisa, é superar a rádio que estiver imediatamente à nossa frente.

Quem você considera ser concorrente direta da Disney FM em São Paulo e como a rádio vai se portar para poder entrar na briga por espaços que hoje estão consolidados por essas estações concorrentes?

Os maiores concorrentes de qualquer rádio, hoje, são todos os dispositivos que tocam música: celulares, iPods, computadores e players diversos. Acredite: é menos complicado conquistar o ouvinte de uma rádio concorrente do que fazer alguém deixar seu player de lado. Nosso principal concorrente é qualquer rádio ou dispositivo que toque música. 

Vicca, como é o trabalho artístico que está sendo feito na Disney? E como foi a escolha dos locutores?
É um trabalho cuidadoso e com muitos critérios. Montamos uma equipe de profissionais de ponta para as diversas funções e responsabilidades. Para a definição da equipe de locução, fizemos uma audição com diversos profissionais até chegarmos aos definitivos. O projeto da Rádio Disney tem características específicas o que tornou ainda mais dura a definição da equipe de locução. Estou muito feliz com toda a nossa equipe. São grandes profissionais.

Como funciona a interatividade com os ouvintes? A rádio também planeja ações de rua?
A interatividade com a audiência é fundamental e intensa neste projeto. Planejamos muitas ações que gerem interação com o ouvinte porque isso é um dos grandes pilares da rádio.

Existe algum projeto para levar a Disney FM para outras cidades brasileiras?

No momento estamos focados e comprometidos em desenvolver e afinar o projeto, já que é um formato novo para todos. É preciso estabelecer o projeto em São Paulo para, então, projetarmos as possibilidades de rede.

A Mix FM é a atual líder de audiência entre o público jovem. Você que participou diretamente desse projeto poderia pontuar quais sãos as principais diferenças entre o projeto Mix e o projeto Disney?

O projeto da Rádio Disney é um projeto vitorioso em 10 mercados da América Latina, muito bem executado pela equipe. A Rádio Disney tem seu próprio formato de trabalho, orientação artística e objetivos que vão somar ao mercado atual, agregar valor aos ouvintes e estabelecer um canal de participação e interação com eles sem precedentes.

Qual o impacto que a marca “Disney” pode causar no mercado de rádio e na audiência?
É uma marca poderosa, muito séria e invariavelmente conectada a coisas positivas, inesquecíveis e que marcaram a vida das pessoas. Este é o impacto. O mercado profissional de rádio foi presenteado com uma empresa fantástica que chega ao Brasil com um grande projeto de longo prazo. Eu vejo e acompanho, diariamente, a vibração de toda a nossa equipe em fazer a Rádio Disney. Mesmo os profissionais mais experientes parecem estar vivenciando uma espécie de reinício. É especial. E é isso que chegará até a audiência.

Como funciona essa integração com artistas e demais produtos da Disney?

Com menos de um mês de vida, gravamos, filmamos e fotografamos as maiores bandas e artistas do Brasil, e isto não ficou só na Rádio Disney, de alguma forma este conteúdo também foi e será utilizado nos Canais Disney, por exemplo, e na área de cinema, gerando uma grande integração com a Rádio Disney e vice e versa. 

Como foi formada a programação da Disney FM em São Paulo? Ela é diferente das demais FMs da rede espalhadas por outros países?

Sim, é diferente das demais Rádios Disney presentes em outros países, mas, como toda rede de rádios, seguimos uma grade de programação. Foram feitas as adaptações necessárias para o mercado brasileiro. Há programas exclusivos, que só existem no Brasil. Outros estão no ar em diversos países. Já as músicas são absolutamente orientadas para atender o público ouvinte do Brasil.
São Paulo é o maior e mais forte mercado onde a Disney FM está presente? E qual é a expectativa do grupo para a emissora de São Paulo?

Sim. Tanto sob o ponto de vista de negócios como de concorrência. As rádios são excelentes, tradicionais e bastante agressivas. Só há concorrência forte porque há público. Se há público ouvinte, há possibilidades de investimentos. Este é o melhor cenário possível. A expectativa é trazer para o público brasileiro, a partir de São Paulo, uma emissora que carregue todos os atributos da marca Disney.

Quais foram os investimentos realizados em equipamento para a montagem da FM em São Paulo?

Posso dizer que o rigor aplicado em todo este processo de instalação da emissora no Brasil é algo notável. Aproveito para parabenizar o importante trabalho feito pelo Tudo Rádio. A cada dia encontro mais garotos e garotas interessadas em ingressar no mercado profissional de rádio. A seriedade e compromisso do Tudo Rádio com o nosso meio tem sido muito importante de diversas maneiras. Inclusive para orientar aqueles que estão se interessando pelo mercado profissional de rádio. Parabéns!


Categorias: Entrevista, Rádio


Comente com sua conta do Facebook


Postar um comentário

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.