Últimas Notícias

Notícias do Rádio

Telefonia

Nº de visualização do site

Pessoas Online

segunda-feira, 5 de julho de 2010

UPA - Unidade de Pronto Atendimento de Cristalina é a primeira do Entorno de Brasília

|

logo Upa CristalinaO Ministério da Saúde vai investir 1 milhão e 400 mil reais na construção de uma Unidade de Pronto Atendimento - UPA em Cristalina, que será a primeira do Entorno de Brasília.  Esse dinheiro também deve ser usado na compra de equipamentos que serão utilizados na unidade. Além disso, após a inauguração da UPA – Cristalina, o Ministério da Saúde repassará ao município mais R$ 350 mil para o custeio mensal das atividades, dessa forma, a unidade terá capacidade de atender casos de urgência e emergência de baixa e média gravidade, sendo que os serviços serão integrados com o SAMU e funcionarão 24 horas por dia.


Segundo o Ministério da Saúde, apesar dos recursos serem repassados pelo governo federal, o andamento e a execução da obra fica na responsabilidade da Prefeitura Municipal. A UPA de Cristalina será do Tipo I, com até 8 leitos e capacidade para atender até 150 pessoas diariamente. De acordo com a prefeitura de Cristalina, a Unidade de Pronto Atendimento será construída no bairro DNER, às margens da Br 040.
O que é UPA?
As UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) integram a Política Nacional de Atenção às Urgências do Ministério da Saúde e oferecem atendimento de emergência de baixa e média complexidade 24 horas por dia. Elas são responsáveis por estabilizar o quadro clínico dos pacientes, definir um diagnóstico e analisar a necessidade de encaminhá-los ou não a uma unidade hospitalar. Os pacientes podem ser liberados, permanecer em observação por até 24h ou podem ser transferidos para um hospital, no caso de o quadro ser grave ou mais complexo. O projeto UPA 24h é uma iniciativa do Ministério da Saúde para reorganizar o fluxo de atendimento na rede pública, com o objetivo de melhorar a assistência oferecida à população. As unidades estão integradas à rede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), à rede básica de saúde e à Estratégia Saúde da Família. Criada em 2002, a proposta integra a Política Nacional de Atenção às Urgências e Emergências e baseou-se em experiências de sucesso em cidades como Campinas (SP), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG) e Rio de Janeiro (RJ).
Serviços Oferecidos
As Unidades de Pronto Atendimento oferecem serviço de Raio X, laboratório para exames, aparelho de eletrocardiograma e atendimento pediátrico. Nelas, a população poderá resolver problemas como pressão alta, febre, cortes, queimaduras, alguns traumas e receber o primeiro atendimento para infarto ou Acidente Vascular Cerebral (AVC), entre outras enfermidades. Quando o paciente chega à unidade, os médicos prestam socorro, controlam o problema e detalham o diagnóstico. Eles analisam se é necessário encaminhar o paciente a um hospital ou mantê-lo em observação por até 24h.
Classificação
De acordo com a Portaria 1.020 publicada no dia 13 de maio de 2009 no Diário Oficial da União (DOU), as UPAs são classificadas em três diferentes portes, de acordo com o número de habitantes de cada região (veja quadro). Em regiões com menos de 50 mil habitantes, em vez da UPA, o governo oferece salas de estabilização com a presença de um médico para o atendimento das urgências mais observadas em cada localidade.

 Serviço/unidade
População da região de cobertura
Atendimentos médicos em 24 horas 
Mínimo de médicos por plantão
Mínimo de leitos de observação
UPA Porte I – que será construída em Cristalina
50.000 a 100.000 habitantes
50 a 150 pacientes
2 médicos, sendo um pediatra e um clínico geral
5 – 8 leitos
UPA Porte II
100.001 a 200.000 habitantes
151 a 300 pacientes
4 médicos, distribuídos entre pediatras e clínicos gerais
9 – 12 leitos
UPA Porte III
200.001 a 300.000 habitantes
301 a 450 pacientes
6 médicos, distribuídos entre pediatras e clínicos gerais
13 – 20 leitos
Salas de Estabilização
Menor que 50 mil habitantes
Demanda
1 médico generalista habilitado em urgências
Nenhum ou menos que 5 leitos

  
A Unidade de Pronto Atendimento – UPA de Cristalina deve ser entregue à população somente em 2011 e permitirá a redução da demanda de pacientes sobre o Hospital Municipal, reduzindo o tempo de espera dos pacientes e diminuindo as filas, uma vez que a unidade deve manter no mínimo dois médicos de plantão, sendo um pediatra e um clínico geral.
Veja abaixo a Maquete da Unidade de Pronto Atendimento - UPA de Cristalina, disponibilizada pela Prefeitura de Cristalina:
Maquete Upa Cristalina
Maquete Upa Cristalina 2



Comente com sua conta do Facebook


5 comentários :

  1. Olá, blogueiro!

    O SAMU 192 e as UPAS 24h estão unidos para aprimorar o atendimento de saúde para todos os cidadãos brasileiros. O SAMU fará o primeiro atendimento ao paciente, que será encaminhado às UPAS 24h para ser tratado de acordo com a gravidade do seu caso.

    Saiba mais sobre o programa acessando o site www.saude.gov.br ou enviando e-mail para comunicacao@saude.gov.br.

    Obrigado,

    Ministério da Saúde

    ResponderExcluir
  2. o prefeito convidou o vereador marquim abrao pra uma conversa no gabinete. romancini o adiministrador que joga pra todos os lados que deu a ideia do prefeito comprar marquim. essa adiministração tá uma bagunssa mesmo pessoal....

    ResponderExcluir
  3. esse prefeito é maluko! colocar romancine na administração! tá tudo errado!

    ResponderExcluir
  4. onde que o prefeito tá com a cabeça de chamar esse doido do romancini de novo para prefeitura? ele já fez merda outras vezes e agora vai levar o attié junto

    ResponderExcluir

Antes de comentar leia nossa Política de Comentários

Atenção: Os comentários não refletem as opiniões do editor e nem do Site.