Últimas Notícias

Notícias do Rádio

Telefonia

Nº de visualização do site

Pessoas Online

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

O Entorno de Brasília se destaca como pólo de Desenvolvimento

|

Veja na íntegra, mais uma belíssima matéria feita pelo Jornal Diário da Manhão de Goiânia, escrita por Ângelo Rosa Ribeiro, que é médico-veterinário, assessor especial da Seplan, ex-deputado e ex-secretário estadual de Agricultura e de Planejamento de Goiás, a respeito da nossa região, dando ênfase aos municípios de Cristalina e Luziânia:
Acostumados com os piores relatos sobre a chamada região do Entorno do Distrito Federal (DF), tida como depósito de problemas sociais e mazelas, onde são encontrados os mais baixos índices de renda per capita do Estado de Goiás, os entusiastas pelo crescimento da economia goiana se alegram ao conferirem as boas notícias, que de lá estão surgindo.
A inserção do Distrito Federal em espaço geográfico goiano trouxe para a esfera do governo de Goiás as consequências de sua existência. Estima-se em 1,1 milhão a população goiana nos municípios do Entorno do DF, que cresce de forma desordenada, às mais altas taxas efetivas anuais. Em decorrência disso, estabeleceu-se ali um perverso quadro de carências de infraestruturas e serviços em áreas essenciais, como segurança, saneamento – água, esgoto, gestão de resíduos sólidos; asfaltamento urbano, habitação, preservação do meio ambiente e outros, além de grande deficit de postos de trabalho para a população.
O Entorno do DF é formado por 19 municípios em diferentes estágios de desenvolvimento. Se por um lado a construção de Brasília deu origem aos problemas atuais, por outro, a sua presença constitui-se em importante indutor para o desenvolvimento dos municípios ao seu redor. Com seus 2,4 milhões de habitantes de alto poder aquisitivo e na ponta do Eixo Goiânia-Anápolis-Brasília, que congrega mais de seis milhões de habitantes, a capital transforma-se em poderoso centro consumidor e irradiador de ações para o desenvolvimento. A sua condição propicia vantagens, como facilidade na busca de recursos governamentais. Além disso, enseja maior oportunidade de participação na formulação de políticas de interesse regional.
Alguns municípios do Entorno do DF já aproveitam estas oportunidades e transformam a realidade de suas economias. Luziânia, cuja população cresce a uma taxa 4,7% ao ano, possui hoje cerca de 200.000 habitantes, mesmo assim, consegue dar resposta em termos de crescimento econômico. Sua participação no comércio exterior garantiu-lhe o primeiro lugar em Goiás, ao exportar, de janeiro a julho deste ano, US$ 184,9 milhões, basicamente com o complexo-soja e alguma participação do setor de conservas alimentícias. Os principais destinos foram China, Países Baixos (Holanda), Espanha, Tailândia e Alemanha. A atividade das empresas exportadoras criou um novo ciclo de desenvolvimento na cidade, impulsionando setores, como o da construção civil e da prestação de serviços, com geração de empregos e renda. O município de Cristalina é outro destaque. Ali já são cultivados cerca de 300.000 ha de agricultura diversificada. Todavia, é na irrigação que o município se agiganta, com 570 pivôs instalados e uma área de 47 mil hectares irrigados. É um dos maiores, senão o maior produtor nacional de batata, trigo, milho doce e alho, sob irrigação e maior produtor de cebola e café irrigados, em Goiás. Tudo isso, cultivado em uma região considerada até recentemente imprópria para a agricultura.
Para apoiar o desenvolvimento regional, o governo estadual vem incrementando várias ações, com a utilização de instrumentos importantes, como a disponibilidade dos recursos dos programas Produzir, Fundo Centro-Oeste e de articulação, para parcerias, que envolvem o Sebrae, empresários e os governos federal, distrital, estadual e municipal. Como exemplo desta disposição, determinou a Seplan a implantação de 80 barragens destinadas ao armazenamento de águas das chuvas, a serem utilizadas no período de estiagem, em iniciativa que possibilitará triplicar a área irrigada na região de Cristalina. Resulta de parcerias a implantação, também em Cristalina, de três grandes empreendimentos industriais. A multinacional francesa Bonduelle, maior do mundo no setor de processamento de vegetais e as empresas Incotril e Fugini, que são também do ramo e que produzirão atomatados, sucos e polpas de frutas. Essas empresas juntas prometem investir, em curto prazo, mais de R$ 230 milhões e gerar 1.400 empregos diretos e 9.800 indiretos no município. Em todo o Entorno do DF, através de parcerias com o governo federal, o Estado enfrenta as complexas questões de segurança, saneamento, habitação, meio ambiente, saúde, ocupação de espaços urbanos e rurais, entre outras. Entretanto, o crescimento populacional desordenado continua sendo seu principal problema. Se não enfrentado de forma efetiva, o risco será o da propagação dos conflitos sociais, sobretudo pelo agravamento do desemprego e da situação socioeconômica, como um todo.
Diante do imenso desafio, os governos deverão intensificar esforços, através de ações, que resultem em aumento da produção e da produtividade agropecuária, em instalação de pólos industriais e de serviços, com políticas de apoio, sobretudo aos pequenos empreendimentos, essencialmente geradores de emprego e renda. Há condições favoráveis para o desenvolvimento de atividades como confecções, calçados, alimentos, bebidas, tecnologia da informação e comunicação, turismo e outras. Será preciso consolidar o Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste, FDCO-Sudeco, como fonte permanente de recursos para os setores produtivos, infraestruturas e melhoria nas áreas de segurança, educação, saúde e outras de interesse social. Apoiar a criação de consórcios públicos para a gestão de resíduos sólidos. Acelerar a execução de planos diretores municipais e aprimorar a política tributária e sanitária, de forma a maximizar o intercâmbio entre produtores e consumidores goianos e brasilienses, entre outras ações.
Em resumo, a região continua com muitos problemas, mas vem envidando esforços para superá-los. Há muitos estudos, projetos e ações que apontam os caminhos para o seu desenvolvimento. Como se vê, algumas iniciativas ali implantadas chamam a atenção de todo o País. Cristalina e Luziânia são surpresas muito agradáveis. Por sinal, a primeira realiza neste final de semana o Festival do Alho, Batata e Cebola – ABC da Boa Mesa, com palestras, concursos de redação e outras atividades, sob comando de grandes chefs, em consonância com o elevado astral do momento que vivencia, mostrando a força de sua gastronomia e cultura. Estes municípios oferecem seus exemplos, como modelos, para que todo o Entorno do DF ganhe um brilho ainda maior, destacando-se entre as regiões mais desenvolvidas do Estado.
Fonte: Diário da Manhã


Quer divulgar esta matéria, não esqueça a fonte: http://www.redecol.com.br/
Gostou do Post? Receba nossas notícias via 200Feed

Categorias: Atualidades


Comente com sua conta do Facebook